BIO
Ricardo Vieira é um produtor musical, violonista, compositor e artista multimeios. É doutorando em Processos Criativos pela UNIRIO. Também é Mestre em música pela UFBA na área de Criação e Execução Musical e graduado em música pela  UFS. Tem atuado no território nacional tanto no campo da performance em música brasileira de câmara, regionais e em diversos projetos como solo, duos, trios; quanto no âmbito da produção e direção musical como arranjador. Com suas composições já participou de diversas edições do SESCANÇÃO - SE (2014, 2015, 2017, 2018), bem como em edições do SESC PARTITURAS em Sergipe (2015, 2016, 2017, 2018 e 2020. Espírito Santo (2018). No universo da Música Popular, tem atuado em diversas frentes de trabalho, sempre com o foco em gêneros genuinamente brasileiros. Realizou diversas turnês acompanhando o cantador Xangai (Eugênio Avelino, com quem gravou e produzir um CD e uma Webserie em 2017 intitulado "Xangai em Cantingueiros". Ainda em 2017 lançou o CD "Chegada" ao lado do Gaitista Júlio Rêgo, e atuou em diversos projetos como arranjador e diretor musical. Em 2018, lançou o CD "Pérolas para Jobim", com o projeto Duo Vieira ao lado da cantora Rebeca Vieira, onde apresentam um recorte temporal no universo composicional de Tom Jobim entre 1947 e 1958 (Pré-Bossa). Com este projeto, fez turnê pelo país e realizou uma série de shows pela rede SESC PARANÁ (2019) pelo Edital SESC SONORO 2019. Também desenvolve projeto solo como violonista, participando de festivais e projetos de circulação, principalmente no âmbito da linguagem do violão brasileiro. Ainda em 2020 teve o projeto solo selecionado em dois grandes editais culturais: PRÊMIO FUNARTE DE MÚSICA  e SESC CONVIDA, com apresentação de concerto online. Mais recentemente, teve suas obras selecionadas pela  42ª Mostra de Música Cidade Canção, FEMUCIC 2021. No campo acadêmico, pesquisa o processo de criação artística a partir de intervenção e produção de subjetividade em poéticas sonoras e audiovisuais.